27 de agosto de 2017

Sobre decepções serem também aprendizados - Colina Escrita

Recentemente quer dizer, a alguns meses meu avô foi diagnosticado com câncer, e dessa vez ele não teria como escapar, ele ainda tinha esperança de vencer, até que chega a hora que você mesmo sabe que não está bem e precisa de ajuda, essa hora chegou cedo para ele, não, ele ainda está vivo, estou aqui pra destacar sobre o aprendizado que percebi. Com tudo que somos na vida, acertar a família que vai se construir de primeira é difícil, mas ele foi um homem que consegui-o, tem uma alcateia de gente que tá lá, o amor sempre que aprendi foi o de mãe, pai, irmão, namorado enfim esses cotidianos mas que tem um valor imenso, mas o amor que nasce da gratidão permanece na gratidão e conseguintemente morre nela também foi o único que me fez chorar duas semanas inteiras sem intervalo. No olhar do meu avô a eterna gratidão a minha vó e vice versa, gratidão pelo tempo que tiverem juntos, por seus filhos, seus netos, seus bisnetos quase cinco décadas de gratidão e ambos estavam lá se olhando como se fosse a última e também a primeira vez. O amor como dizem tudo suporta, tudo espera, tudo vê e também crê, hoje com um pouquinho que sei devido a minha idade e aos meus aprendizados posso dizer que é verdade. Suporta todos os seus máximos e seus mínimos, espera tempo a tempo sem pressa pois a velocidade não importa com tanto que estejam todos juntos no final, vê tudo o corpo mudar, os netos crescerem a vida passar e ainda sim continuar com a certeza que fez a escolha totalmente certa, crê que como tudo se aprende, por mais difícil que seja vai dar tudo certo. Saber ser gratidão em um mundo gigante, triste e sem amor que anda hoje não é fácil, mas posso dizer que não é impossível, amor é tão mais que toque, abraço, amor é alma pura é coisa linda de ver, junto com a gratidão faz tudo ter tanto sentido quanto. Você tem certeza que tem suas bases quando você fecha os olhos e confia em você por saber que alguém torce ao seu lado, aí tu fica mais calmo. Mas meu erro assim como já foi o de muitos é perceber essa gratidão só no final da jornada de alguém ou de você mesmo, quando na verdade já é um pouco tarde. Mas calma, as melhores coisas que temos não são físicas São por afinidade de alma, que são bem mais importantes que todo o resto.
Vai com calma, larga a correria, agradece por tudo, agradece a todos, fique grato mesmo por ser quem você é, não precisa ter pressa nada daqui a gente leva embora como disse meu avô. “Só me arrependo daquilo que fiz sem o sentimento de gratidão por saber fazer enquanto reclamava por ser o único a saber” é complicada no início de entender, mas foi um dos melhores conselhos que já recebi e por isso me sinto responsável por passar ele adiante. Grata por toda sua atenção.
Rochely Costa

Nenhum comentário:

Paginação numerada



1 2 3

INSCREVA-SE

Subir