3 de maio de 2017

Coisas cômicas e trágicas |COLINA ESCRITA

Eu sempre, dentro de todas as coisas que achei cômicas e trágicas na minha vida, a maior delas era observar. O orgulho das pessoas. É sim, orgulho. Isso mesmo aquele sentimento, cuja sua estupidez é tão maior, quanto alguém que o possui, vi muita coisa terminar com o orgulho, amores, amizades, oportunidades de trabalho... Mas ai você pensa "parece até piada adolescente falando disso", e realmente é, mas pior que isso é ser adulto e não saber como proceder com o seu próprio orgulho.
Não digo orgulho na forma de se sentir realizado, digo na forma de querer se fazer. É! Se fazer sim, quantas vezes algo poderia ser diferente sem orgulho. Quantas vezes você o deixou ficar acima da sua essência que é tão linda, e nesse momento você pensa “eu estava certo quando fiz aquilo, eu tinha razão", pois bem meu amigo pare, sério mesmo, pare de pronunciar isso, você não tinha razão, e eu consequentemente também não. Isso mesmo! Nem eu ou você tínhamos razão em relação a algo, assim como eu já errei com alguém, alguém já errou comigo, lembrando que erro, e deve ser sempre reparado. Quando ocorrer, já maldade em si, é outra coisa.
Mas, pense bem, seu orgulho serve sim, mas em momentos de plena alegria, ter orgulho de quem se é, é uma coisa diferente do que magoar seu próximo por ser assim, claro, eu sei, que nem sempre vai ser fácil. Algumas vezes você vai achar que só vai ver uma alternativa (ser orgulhoso), mas já tentou realmente deixar ele de lado?
É maravilhoso você ser aquela pessoa que conversa sempre, quer saber, torce junto para dar certo, sem reclamar que a outra deveria fazer o mesmo? Nem todas as pessoas são tão intensas quanto você é, sentimentais, mas se você é larga o orgulho e seja do seu jeitinho, e mais uma coisa não confunda falta de interesse com um comportamento não igual ao seu, cada um tem seu jeito, e se, a pessoa realmente quiser ficar do seu lado passe o tempo que for ela vai tá, e sempre que ela aparecer deixa o orgulho, fala mesmo, conta tudo, se expressa, se quiser até chora, mas não mata coisas boas em nome do orgulho assim como eu já matei.
A vida é uma só, cada momento é único, cada riso saiu por algum motivo, aproveita bem tudo isso, se nem todos sabem disso, você que leu agora sabe e o mínimo que você pode fazer com isso, é, viver bem com você mesmo, pois além de você ser digno disso, você pode! É pode sim, agora que você perdeu três minutos lendo um texto de uma adolescente, não perca mais nenhum sendo orgulhoso! Vai logo, viver sem esse tal orgulho!


Rochely Costa




Nenhum comentário:

Paginação numerada



1 2 3

INSCREVA-SE

Subir